China, the new year and a certain virus

Happy New Year! Yes, you read that right, Happy New Year. Although China follows the Gregorian calendar on a day-to-day basis, Chinese traditional celebrations follow the lunar calendar, therefore the 354 days of the year 4719 ends on January 31, 2021.  I remember my anxiety and disappointment the first time I spent the end ofContinue reading “China, the new year and a certain virus”

A China, o ano novo e um certo vírus

Feliz Ano Novo! Sim, você leu bem, Feliz Ano Novo. Apesar da China seguir o calendário gregoriano no dia a dia, suas celebrações mais tradicionais seguem o calendário lunar, portanto os 354 dias do ano 4719 terminam no dia 31 de janeiro de 2021.  Eu me lembro da minha ansiedade e decepção ao passar asContinue reading “A China, o ano novo e um certo vírus”

After all, what does it mean to be a good reader?

Is there an ideal number of pages that should be read in a year? Is it according to the number of classics you read? How many famous authors can you list? How many famous characters or lines can you memorize? I remember that in the eighth grade of elementary school, in the first week ofContinue reading “After all, what does it mean to be a good reader?”

Afinal o que é ser um bom leitor?

Afinal, o que é ser um bom leitor? Existe um número ideal de páginas que devem ser lidas em um ano? É de acordo com o número de clássicos que você lê? O número de autores famosos que você consegue listar? O número de personagens ou falas famosas que você consegue decorar? Eu me lembroContinue reading “Afinal o que é ser um bom leitor?”

Two strangers

He climbed the last steps that gave access to the terrace of some skyscraper. There was no emotional reason why it was there, just the logic of being one of the tallest buildings in the area. His purpose was clear, Carlos allowed himself to laugh at the irony of ending his life in the mostContinue reading “Two strangers”

Dois desconhecidos

Subiu os últimos degraus que davam acesso ao terraço de um arranha-céu qualquer. Não havia qualquer razão emocional que o fizesse estar ali, apenas a lógica de ser um dos prédios mais altos da região. O seu objetivo era claro, e Carlos se permitiu rir pela ironia de terminar sua vida da forma mais enfadonhaContinue reading “Dois desconhecidos”

A espera / Waiting

A esperadisfarçada de jazz.Na inquietude do pensamentona incerteza do dia de amanhã. Na esperasonhos e planos se confundem.Esperança e expectativa intensificamo sentimento de partir rumo ao incerto. A esperasempre tão solitária.Na imprevisibilidade da vidaa pausa que amedronta mais do que conforta. A espera,o café fresco na xícara.O inevitável que se aproxima,a indecisão da hora certaContinue reading “A espera / Waiting”

The Context and Christmas

I like to believe that everything has to be seen within a context and the same fact can be interpreted in different ways depending on the perspective and the information you have access to. They say the first step is the hardest, but every time I started dieting, Monday was the easiest day ever. EveryoneContinue reading “The Context and Christmas”

O Contexto e o Natal

Eu gosto de acreditar de que tudo tem que ser visto dentro de um contexto e que o mesmo fato pode ser interpretado de diversas maneiras de acordo com a perspectiva e a informação que você tem acesso. Dizem que o primeiro passo é o mais difícil, mas todas vez que eu comecei a fazerContinue reading “O Contexto e o Natal”

As lágrimas / Tears

Eu tento,o pensamento é incoerente,a razão inexistente,mas as lágrimas continuam a cair. Eu penso,o dia é comum,não há notícias, não a dor,mas as lágrimas continuam a cair. Eu disfarço,como se nada estivesse acontecendo,como se meu coração não estivesse sofrendo,como se não houvesse uma vontade involuntária de chorar. Eu entristeço,ainda que confusa pelo vazio,ainda que desconheçaContinue reading “As lágrimas / Tears”