Desvaneios – A paciência venceu

Eu lembro que o futebol sempre fez parte da minha rotina quando criança. Aos finais de semana íamos a casa da minha vó e ninguém ia embora antes do jogo terminar. Eu assistia os adultos assistindo e tentava entender a emoção que fazia com que eles discutissem com a TV, alertassem os jogadores das possíveisContinue reading “Desvaneios – A paciência venceu”

Humor e sensibilidade

Eu nunca gostei de humor do constrangimento. Das poucas memórias que eu tenho de quando era pequena, eu me lembro que estava assistindo um filme e chorar enquanto meu irmão e minha mãe riam porque o personagem havia sido colocado em uma situação constrangedora e por mais que o próposito do filme era causar oContinue reading “Humor e sensibilidade”

Crescendo

Eu morei em muitos lugares desde muito nova e tive que aprender a não me apegar a lugares. Não é todo mundo que pode dizer que morou em oito lugares diferente, três estados e dois países no período de 25 anos (Eu me mudei pela primeira vez com 11 anos). Eu me lembro quando estavaContinue reading “Crescendo”

“A bailarina de Auschwitz” de Edith Eva Eger (“The choice”)

Se um dia eu tivesse que recomendar um livro de auto-ajudaeu não teria a menor dúvida de que seria a obra de Edith Eva Eger Dizer que o livro é sobre a história de uma sobrevivente de um dos campos de concentração de Hitler, que viu a mãe ser mandada para a câmara de gásContinue reading ““A bailarina de Auschwitz” de Edith Eva Eger (“The choice”)”

Desvaneios / Daydreams

“Eu sou um contador, eu trabalho com os números.” “Eu sou um advogado, eu trabalho com as palavras.” Quando é que paramos de exercer uma determinada função para obter o resultado correto delas e passamos a nos dedicar a encontrar maneiras de explorar ao nosso favor? Pensar que um processo criminal não é mais sobreContinue reading “Desvaneios / Daydreams”

Aceitar aquilo que se é

É interessante observar que pouco importa o assunto, na maioria das vezes, a dificuldade é sempre a mesma, “encontrar o equilíbrio”. Esse texto não tem a intenção de sugerir que as pessoas sejam narcisistas, se apaixonem pela própria imagem e esqueçam completamente do mundo ao redor. Nem tão pouco que deixem de se sentirem bonitasContinue reading “Aceitar aquilo que se é”

O julgamento

Autossabotagem O ato de questionar a si mesmo em relação a capacidade de realizar um determinado trabalho. A autossabotagem é inerente a idade, gênero ou habilidade, todos estãos sujeitos a o auto questionamento. Há uma diferença entre analisar e reconhecer deficiências que podem ser aprimoradas e duvidar da capacidade em desenvolver algo que sempre foiContinue reading “O julgamento”

Comunicado importante – Important Notice

Olá caro leitores, Eu sei que não tenho sido tão assídua quanto eu havia prometido. Além do mais tem uma história incompleta e os artigos sobre a China tem sido menos constantes. O blog estar desatualizado é o meu último pensamento antes de dormir, mas eu também preciso priorizar outras questões no momento.  O blogContinue reading “Comunicado importante – Important Notice”

O dilema da mãe solteira

O dilema da mãe solteira começa durante a gestação. As perguntas sobre o futuro que ela não é capaz de responder a si própria, o acompanhamento médico e a compra do enxoval. Mas eu nunca tive esse dilema, o padrinho do meu filho estava comigo no primeiro ultrassom, a enfermeira me repreendeu quando eu riContinue reading “O dilema da mãe solteira”

Feliz Aniversário André!

Era um dia depois do feriado de 1 de maio e eu tinha acabado de voltar de Londrina onde estava fazendo faculdade. O exame e a consulta marcada com a obstetra eram mais uma formalidade porque eu estava sendo acompanhada por outro médico enquanto frequentava as aulas e adiantava meus estágios obrigatórios para conseguir concluirContinue reading “Feliz Aniversário André!”