Chuva de Verão / Summer Rain

Depois de mais um dia de muito sol, a chuva veio O cheiro de terra molhada era carregado de memóriasDe tempos em que sorrir era muito mais simples. O barulho da chuva se confundia entre os risos de um passado esquecido,e a natureza iniciando um novo ciclo. As memórias sintonizam como em um rádio.As paisagens seContinue reading “Chuva de Verão / Summer Rain”

Auto-reflexivo / Self-reflective

Ela continua piscando,não importa quantas palavras mais eu tenha escrito, a sua sede por mais continua.Quase como um aviso de que ainda há espaço para mais,ainda há o que dizer,só é preciso que os dedos toquem o teclado mais uma vez. Ela continua piscando,como em uma tentativa de se comunicarcomo se também pudesse ser ouvida,ora julgando,Continue reading “Auto-reflexivo / Self-reflective”

Atentado à felicidade / Happiness attempt

Liberdade ao sentir,pela primeira vez permitirque o coração pulse destemido. Não mais me preocupar,sem tempo para questionaro que não faz mais sentido. Sorrir, amar e repetir,viver, colher e conseguir,meus sonhos diante dos olhos A esperança em reimaginar,mais uma vez reinventar,felicidade estampada em fotos. Freedom to feel,for the first time, to allowthe heart to beat fearlessly.Continue reading “Atentado à felicidade / Happiness attempt”

Contradições / Contradictions

O sol não aquece, o sorriso não consolaA alegria não contagia. Respiração profunda,coração em prantos,dias sem fim. O vinho não inebria,o chocolate não é doce,o café não revigora. As horas não passam,o remédio não faz efeito,a angustia não alivia. A decisão certa, mas não desejada,A mente inquieta, mas sem direção. The sun doesn’t warm,the smileContinue reading “Contradições / Contradictions”

Palavras me faltam / Words fail me

As palavras sempre foram o meu refúgio Em dias de tempestade meu abrigoNos momentos de desespero, calmariaMas, às vezes, as palavras me faltam As palavras sempre foram minhas companheirasEm dias em que me senti sozinhaNos momentos de confusão, clarezaMas, às vezes, as palavras me faltam As palavras sempre foram a minha vozEm dias em queContinue reading “Palavras me faltam / Words fail me”

A espera / Waiting

A esperadisfarçada de jazz.Na inquietude do pensamentona incerteza do dia de amanhã. Na esperasonhos e planos se confundem.Esperança e expectativa intensificamo sentimento de partir rumo ao incerto. A esperasempre tão solitária.Na imprevisibilidade da vidaa pausa que amedronta mais do que conforta. A espera,o café fresco na xícara.O inevitável que se aproxima,a indecisão da hora certaContinue reading “A espera / Waiting”

As lágrimas / Tears

Eu tento,o pensamento é incoerente,a razão inexistente,mas as lágrimas continuam a cair. Eu penso,o dia é comum,não há notícias, não a dor,mas as lágrimas continuam a cair. Eu disfarço,como se nada estivesse acontecendo,como se meu coração não estivesse sofrendo,como se não houvesse uma vontade involuntária de chorar. Eu entristeço,ainda que confusa pelo vazio,ainda que desconheçaContinue reading “As lágrimas / Tears”

(Des)amado IV / (Un)loved IV

AdeusEu achei que esse momento não chegaria Eu não estou prontaMas os pesadelos perturbam meu diaE eu preciso seguir minha vida AdeusEu já deletei nossas fotografiaDei embora tudo que era seu e estava em minha vidaNão sei mais o cheiro do perfume que tanto me atraiaEsqueci o som da voz que escutava todo diaE vouContinue reading “(Des)amado IV / (Un)loved IV”

(Des)amado III / (Un)loved III

Os lugaresAs palavrasOs abraçosOs beijosNada foi real Os sonhosAs promessasO desejoO tempoNada foi real Meus anseiosSuas certezasMinha convicçõesNossos planosNada foi real Sem inícioSem fimSem amorPorque nada é real além da solidão The placesThe wordsThe hugsThe kissesNothing was real The dreamsThe promisesThe desireThe timeNothing was real My yearningsYour certaintiesMy convictionsOur plansNothing was real No beginningNo endNoContinue reading “(Des)amado III / (Un)loved III”

Eu, as palavras e você / The words, you and I

Eu sempre fui feliz com as palavras.Elas completavam minha vida,elas preenchiam o vazio que eu sentia, elas eram capazes de me representar. Eu sempre fui feliz com as palavras.Porque elas sempre encontraram respostas,elas nunca me deram as costasmesmo depois de tanto ignorá-las. Eu sempre fui feliz com as palavras,mas ai você chegou E as palavrasContinue reading “Eu, as palavras e você / The words, you and I”